Band soterra a concorrência com a Final do Mundial de Clubes e faz história mais uma vez


Reprodução / Twitter Chelsea


Um dos momentos mais marcantes da história da Band é a Final do Mundial de Clubes no início do ano de 2000, entre Vasco e Corinthians, que levou a emissora paulista à liderança com 36 pontos de média e 53 de pico, durante a cobrança dos pênaltis.


Neste sábado (13), a Band voltou a escrever a história na briga do ibope com a mesma competição. A oportunidade do Palmeiras de acabar com mais um verso da música entoada pelos rivais levou a emissora do Morumbi a liderar em todo o país. Em São Paulo, principal mercado consumidor, a Band cravou 28 pontos de média e 34 de pico. No confronto, a Globo marcou 6, Record 3 e SBT 2.





No PNT, média ponderada de todas as capitais onde há medição do ibope, a Band cravou 19 de média, contra 8 da Globo, 3 da Record e 2 do SBT.


É a maior performance da emissora em todo o Século 21 e também a maior vitória desde a fatídica final do ano de 2000.


Se mais uma vez o Palmeiras deixou escapar a história pelos seus dedos, a Band não se furtou em escrevê-la novamente na guerra do ibope.