Conmebol e Globo selam a paz e encerram briga judicial.


Conmebol e Globo anunciaram hoje que encerraram a briga que travavam nos tribunais internacionais após um acordo de paz. Os detalhes do acordo não foram divulgados por nenhuma parte. Ambas destacaram a longa parceria como uma facilitadora para o entendimento.


A briga começou com a paralização da competição na pandemia. A Globo entendia que o equilíbrio financeiro do contrato havia sido quebrado e propôs uma renegociação das condições de pagamento, o que foi rejeitado pela entidade. A consequência foi o rompimento do contrato e uma briga nos tribunais.


A consequência natural da decisão de hoje, já levantada pela própria nota da Globo, é que a emissora carioca passa a poder competir pelos direitos da Libertadores a partir de 2023. As negociações devem acontecer ao longo de 2022 e, pelo estatuto da confederação, quem está em litígio com a instituição fica impossibilitado de participar. A Globo vinha nos últimos meses aproximando-se da Conmebol, inclusive com a ida de executivos do alto escalão da emissora para negociar o acordo diretamente.


Vale lembrar que SBT e Disney gozam dos direitos de transmissão até o fim de 2022 e também poderão participar da nova rodada de negociação.


Confira o anúncio da Conmebol: