top of page

"Disciplina de custos": Globo promove 'passaralho' no jornalismo e demite mais de 30 profissionais


A Globo promoveu nesta terça (04) um verdadeiro 'passaralho' no seu departamento de jornalismo. O foco foram as operações jornalísticas de suas TVs abertas. A ideia dos executivos é alinhar a estratégia econômica implementada com sucesso, pela avaliação deles, na Globo News.


Dessa forma, profissionais com anos de casa e com altos salários fora os alvos preferenciais do cortes promovidos. Nomes como Leila Sterenberg, Eduardo Tchao, Carlos de Lannoy, Mônica Sanches e Marcelo Canellas fora alguns dos mais de 30 nomes desligados no dia de hoje. Outra demissão que chamou atenção foi a de Jorge Espírito Santo, diretor artístico do Fantástico há 9 anos.


Em resposta ao site 'Notícias da TV', o Grupo Globo emitiu a seguinte resposta: "A Globo, assim como as demais empresas de referência do mercado, tem um compromisso permanente com a busca de eficiência e evolução. Seus resultados refletem a boa performance do conjunto das suas operações e uma constante avaliação do cenário econômico do país e dos negócios. Como parte do processo de transformação pela qual vem passando nos últimos anos e alinhada à sua estratégia, a empresa mantém a disciplina de custos e investimentos em iniciativas importantes de crescimento."



Comentários


Post: Blog2_Post
bottom of page