Disney demite CEO e chama de volta antigo executivo


O mercado de mídia ainda sofre os abalos da atual crise. Nem mesmo a gigante Disney ficou imune aos abalos do mercado. Bob Chapek, que assumiu a liderança do grupo em Fevereiro de 2020, foi desligado da função após uma série de insatisfações do board a respeito de sua performance. A decisão acontece dias após Chapek anunciar alguns cortes de investimento diante de um resultado financeiro abaixo do esperado.


Alguns órgãos de imprensa norte-americanos também ventilam que os executivos da empresa estavam insatisfeitos com a 'produção criativa' dos últimos 3 anos e ainda havia uma relutância em relação ao aumento de preço nos parques da empresa.


O escolhido para a função é um velho conhecido, Bob Iger. O executivo já atuou na posição durante 15 anos e foi muito bem avaliado pelo mercado.


Oficialmente, o Grupo Disney falou que o grupo "embarca em um período cada vez mais complexo de transformação da indústria, Bob Iger está em uma posição única para liderar a empresa neste momento crucial".