Globo dispensa Faustão que não apresenta mais o 'Domingão'



No início da tarde desta quinta (17), o mundo televisivo foi surpreendido com a antecipação da saída de Fausto Silva da TV Globo. O apresentador já havia fechado um acordo com a Band para 2022, mas cumpria o contrato atual até o final de dezembro deste ano.





Vários fatores levaram a essa decisão que, segundo comunicado oficial, partiu da própria Globo. Entre eles o desejo de não "esquentar" o Faustão para que ele pudesse estrear logo na sequência na concorrência. No entanto, até isso já estava decidido internamente. Faustão terminaria a sua última temporada da 'Dança dos Famosos' e deixaria a apresentação do programa. Confira o anúncio oficial:


"O apresentador Tiago Leifert estará à frente das tardes de domingo da TV Globo, até a estreia do novo projeto em desenvolvimento com Luciano Huck. Por razões estratégicas e internas, a Globo tomou a decisão de antecipar a saída de Fausto Silva do programa, e juntos decidiram formalizar o distrato"


Já havia uma insatisfação por parte da cúpula da emissora carioca pelo fato de Faustão ter assinado e confirmado publicamente sua ida para a Band no ano que vem, um fato que mexeu com o mercado publicitário. Alguns diretores e produtores do programa começaram a pedir demissão da Globo e assinar contrato com a Band, o que também desagradou a líder de audiência.


Segundo informações de Alessandro Lo Bianco no 'A Tarde é Sua' da RedeTV!, no início dessa semana a emissora reuniu-se com patrocinadores do programa que teriam sinalizado que aceitariam a troca antecipada caso o substituto fosse Tiago Liefert, que apresentou no último domingo em decorrência da internação de Faustão. Tiago além de ter dado boa audiência (Audiência Consolidada 13/06/2021: Domingão sem Faustão derrota a Copa América (audienciaaovivo.com)) , teve uma excelente aceitação por parte do público e das marcas.





O movimento da Globo não é coisa rara nesse meio. Em 2009 o SBT também antecipou a saída de Gugu Liberato, ex-dono dos domingos da emissora, após um "casamento" de mais de 20 anos. Gugu naquela oportunidade já tinha contrato assinado com a Record.


Chama a atenção a Globo não ter dado a oportunidade de ao menos uma despedida de Fausto Silva no ar, o que demonstra que a parceria muito bem sucedida de 32 anos terminou com muitas cicatrizes. Nem mesmo a equipe do 'Domingão' foi avisada com antecedência sobre essa decisão.





É o fim de uma era. Fausto Silva travou com Gugu Liberato uma das mais deliciosas guerras de audiência da história da nossa televisão. Chegou à Globo em 1989 para salvar as tardes de domingo da emissora e acabou fazendo muito mais do que isso. Tornou-se referência na arte da comunicação. Pelo seu palco passearam as mais variadas vozes e os mais diferentes tipos de artistas.


O que vem agora? Para o Faustão um novo recomeço na Band, sua antiga emissora. Para a Globo um enorme quebra-cabeça a ser montado. Tiago Liefert assumindo até o final do ano pode gerar um conflito com a decisão já anunciada de colocar Luciano Huck aos domingos. Luciano assumindo os domingos, quem assume os sábados? Tiago Liefert conseguirá apresentar essa temporada do The Voice? A próxima do BBB? São muitos pontos de interrogação que a nova direção da emissora terá que resolver nos próximos meses.


Existem muitos detalhes no distrato entre Globo e Faustão que talvez jamais cheguem à superfície. A Globo tem razão em não querer deixar o programa no ar até o fim do contrato, mas não permitir que um apresentador que virou sinônimo de domingo na programação da emissora se despeça da sua audiência, não é apenas uma falta de consideração com esse profissional, é também uma falta de respeito com o público.