Mais de 10 milhões: Britânicos param em frente à TV no anúncio da morte da Rainha Elizabeth II


imagem/reprodução


O dia 8 de setembro de 2022 ficará na memória do Reino Unido. Depois de 70 anos de reinado, a Rainha Elizabeth II despediu-se da vida no seu castelo de verão em Balmore, na Escócia. As causas oficiais do falecimento da monarca de 96 anos não foram divulgadas, mas assim que as primeiras informações sobre o agravamento da sua saúde foram noticiadas, todas as principais emissoras de televisão interromperam suas grades de transmissão e se dedicaram às últimas informações que vinham da Escócia.


Por volta de 18h31, no horário de Londres, o Palácio de Buckingham confirmou o falecimento da monarca mais longeva da história do Reino Unido. De acordo com dados consolidados, a média do horário nobre das duas principais emissoras do país somaram quase 10 milhões de pessoas por minuto. Foram 6,3 milhões na BBC One e 2,6 na ITV. No pico de audiência, quando houve a confirmação da morte, a BBC atingiu 9,7 milhões britânicos e a ITV 3,7 milhões. Somando os dois principais canais de TV aberta do país, foram quase 14 milhões de britânicos buscando as últimas informações sobre o estado de saúde da Rainha.


Nas próximas duas semanas, as emissoras irão dedicar longas horas de transmissão a todas as homenagens que estão programadas até o dia do velório de Elizabeth II.