Netflix perde assinantes nos EUA e no Canadá


A Netflix revelou, em um balanço divulgado nesta terça (20), que conquistou 1,5 milhões de clientes em todo o mundo no segundo trimestre. O número, apesar de positivo, foi muito inferior ao crescimento de 10 milhões no mesmo período do ano passado. O crescimento, dessa vez, foi puxado pela penetração nos mercados da Ásia e do Pacífico.





Os dados revelam um processo de estagnação do crescimento da gigante de streaming, que vem enfrentando concorrência em nível global da Disney, HBO e da Amazon.


Outro dado que chamou a atenção do mercado, foi a queda de quase meio milhão do número de assinantes nos EUA e no Canadá, principais mercados da plataforma. A Netflix justificou que essa queda era esperada e se trata de uma sazonalidade, algo parecido com o que aconteceu no mesmo período em 2019, antes da pandemia. A empresa ainda acredita que irá reverter esse cenário com os lançamentos do segundo semestre.





O mercado, no entanto, não reagiu bem aos números. Os papéis da gigante desabaram mais de 4% minutos após a divulgação do balanço.